BNB

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Prefeito Arnon Bezerra recebe recomendação para não renovar contrato com a Geoplan

Arnon só deve decidir sobre a Geoplan na próxima semana

Já está na mesa do prefeito Arnon Bezerra o documento no qual, a secretária de Infraestrutura Gisele Menezes recomenda a não prorrogação do contrato da Prefeitura de Juazeiro do Norte com a Geoplan,. empresa "responsável"  pela manutenção da iluminação pública do município.
No documento, a secretária atesta o que toda população juazeirense já sabia: a ineficácia da empresa para prestar o serviço. Somente este ano, a Geoplan recebeu da prefeitura uma bagatela superior a R$ 6 milhões e desde 2014 quando a empresa passou a operar o serviço em Juazeiro, as reclamações têm aumentado. Até o simples ato de troca de lâmpadas nos postes, que seria obrigação da empresa, deixou a desejar.
Atualmente a Geoplan mantém dois contratos com a prefeitura. O primeiro vence neste mês de maio e o segundo só em agosto. A recomendação é de que nenhum deles seja prorrogado ou renovado.
A decisão, entretanto, está na mãos do prefeito Arnon Bezerra, que nos três primeiros meses do ano, ainda tentou encontrar uma saída para permanência da empresa, mas devido a pressão popular e da opinião pública, está agora, propenso a mudar de ideia.
O prefeito está desde o final de semana passada em mais um "giro" pela capital e desde ontem (24), em Brasília. O que significa dizer que o rompimento do primeiro contrato só deva acontecer - se vier acontecer -, na próxima semana.

Noite de Autógrafos com Madson Vagner, no Cariri Garden Shopping


Nesta sexta-feira (26), o Cariri Garden Shopping, em Juazeiro do Norte, estará promovendo uma noite de autógrafo com o jornalista e escritor Madson Vagner. Será a partir das 19 horas, no espaço montado para a Feira do Livro. Em 2016, Madson Vagner lançou seu primeiro livro: "Filho de Águia", após ter sido selecionado pela Editora Novo Século, de São Paulo. O livro se encontra à venda na Feira do Livro.

Prefeitura do Crato cobra esclarecimentos a Enel sobre aumento na taxa de luz dos cratenses

A comissão esteve na Enel pedindo esclarecimentos (Foto Divulgação)

Ontem, quarta-feira, 24, o Secretário de Finanças do Crato, Carlos Eduardo Marino enviou oficio ao diretor da Enel Distribuição Ceará (Coelce) pedindo explicações a respeito do vultuoso aumento ocorrido nas contas de energia no município, considerando que não houve nenhuma alteração na legislação municipal que justifique uma cobrança maior.
O secretário esclarece que a administração do prefeito Zé Ailton Brasil não propôs nenhum aumento e nem a Câmara aprovou nenhuma modificação na estrutura de cobrança da contribuição de iluminação pública. “Esperamos as respostas aos nossos questionamentos, revisão e possível restituição” ressalta Marino.
Nesse contexto, o secretário de Administração Luis Carlos Saraiva, o procurador do Município, Ernani Brigido, o Chefe de Gabinete Fabiano Sales e o vereador Amadeu de Freitas formaram uma comissão e se dirigiram até a sede da Enel Distribuição Ceará (Coelce) núcleo Gestor de Juazeiro do Norte.
A comissão foi buscar informações precisas acerca desse referido aumento. De acordo com o Secretário de Administração Luis Carlos a empresa se prontificou a verificar o que houve; “Acreditamos que foi realmente um erro na elaboração na conta de energia de alguns usuários da cidade do Crato e continuaremos investigando até uma concreta conclusão dessa tema” ressalta.
(Assessoria de Imprensa)

Ceart expõe produtos do artesanato cearense no Gragão Fashion Brasil


A Central de Artesanato do Ceará (Ceart) estará presente no Dragão Fashion Brasil (DFB) 2017, que acontece no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza, entre esta quarta-feira (24) e sábado (27), com uma exposição do artesanato cearense. A ação é do Gabinete da Primeira-Dama do Estado, em parceria com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), e tem o objetivo de fomentar o setor artesanal.
Cerca de cinco mil pessoas que circulam diariamente no evento terão acesso a um dos artesanatos mais ricos do Brasil nas tipologias: fios e tecidos (renda de bilro, filé, crochê e bordado), madeira, papel, couro, argila e arte popular. Atualmente, a Ceart conta com cerca de 42 mil artesãos cadastrados, que produzem mais de nove mil itens, com preços a partir de R$ 5,50.
Além disso, no espaço destinado à comercialização dos produtos, estarão presentes cinco entidades artesanais do Estado sob a supervisão da Ceart. São elas: Airam, de Juazeiro do Norte; Associação dos Artesãos da Serrinha, de Granjeiro; Associação das Crocheteiras Nova Russense (Ascron) e Associação do Artesanto Artista e Crochê Nova Russense (Artecron), de Nova Russas; e Grupo Produtivo-MAR, de Fortaleza.

"Temer comprovou inviabilidade do governo", diz Chico Lopes


Ao acionar as Forças Armadas para irem às ruas contra manifestantes em Brasília ontem (quarta-feira, 24) Michel Temer mostrou desespero e comprovou que não tem condições de continuar ocupando o cargo de presidente da República ". A afirmação é do deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE), para quem Temer afrontou os direitos individuais e coletivos, em uma ação típica de ditadura, que só reforça a inviabilidade do atual governo e a urgência de eleições diretas.
"Essa é uma situação gravíssima! Esse decreto do Temer já está sendo repudiado por toda a sociedade. Nosso País não quer e não aceita viver um repeteco do que aconteceu em 1964", aponta Chico Lopes, destacando que Temer não mede consequências para tentar se agarrar ao cargo.
"É inaceitável que mais de 100 parlamentares, junto com milhares de cidadãos de todos os estados brasileiros reunidos em Brasília nesta quarta-feira, tenham sofrido violência em um momento de manifestação legítima e democrática do povo brasileiro. Como se não bastasse, Temer vem com esse novo decreto, mostrando desespero", acrescenta Chico Lopes. "É preciso garantir o estado democrático de Direito no nosso País e o direito à manifestação".
Governo inviável; Diretas Já
"Tudo que o povo fez, para que o presidente tenha publicado esse decreto, foi se manifestar pelo 'Fora Temer' e contra as reformas trabalhista e previdenciária. Isso é direito do povo, assegurado pela Constituição", complementa o deputado cearense.
"Temer só demonstrou mais uma vez que seu governo na verdade já acabou. Já estava em uma situação extremamente difícil e agora ficou totalmente inviável. As Diretas Já se tornam ainda mais importantes e urgentes", acrescenta Chico Lopes. "O povo exige eleição direta e deixou isso claro nas ruas. E não adianta reprimir nem ameaçar. Outras manifestações vão vir, ainda maiores", aponta.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Eunício recebe Arnon no Senado

Arnon solicitou recursos para obras em Juazeiro ao senador Eunício Oliveira

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) recebeu nesta quarta-feira  (24), em Brasília, o prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra. Na ocasião, Arnon fez várias solicitações, entre elas de recursos para a reforma do Mercado Senhora Santana e investimentos voltados à conclusão de outras obras na cidade.
As melhorias de infraestrutura urbana do município, principalmente no que diz respeito ao calçamento de vias, estiveram na pauta do Prefeito.
Durante a audiência, também foi solicitado ao senador a sua intervenção para liberação de recursos já empenhados, como o da estrada Matriz São Gonçalo, que já se encontra com 70% da obra executada. A Secretária executiva ainda ressaltou a boa recepção do presidente do Senado, que ouviu todas as reivindicações e mostrou-se disposto a atender às necessidades do Município.
Arnon esteve no Ministério da Integração Nacional, também para tratar da liberação de recursos da estrada de São Gonçalo, e destacou encontro que terá nesta quinta-feira (25) , para negociar a instalação da agência do Santander, em Juazeiro do Norte.
O empresário e ex-vereador Normando Sóracles acompanhou o prefeito durante visita ao senador Eunício Oliveira.
(Com informações da Assessoria de Imprensa)

Ceará é o primeiro do Nordeste em Educação Profissional de Nível Médio


O Ceará é o primeiro estado do Nordeste e o segundo do País com o maior número de estudantes matriculados na rede pública em Educação Profissional de Nível Médio. São 47.034 alunos que conciliam o tradicional Ensino Médio com disciplinas voltadas para o mercado de trabalho. O dado, de 2015, é do Anuário Brasileiro da Educação de 2017, divulgado pelo Movimento Todos pela Educação.
 No ranqueamento, o Ceará fica atrás somente do estado de São Paulo, com 47.977 alunos matriculados na modalidade. Em seguida, encontram-se os estados da Bahia (46.998), Paraná (30.970) e Rio de Janeiro (23.903).
Conforme aponta a vice-governadora Izolda Cela, as matrículas na rede de escolas profissionais já representam 11% das inscrições de todo o Estado. “É um número expressivo, pois mostra um esforço real do Governo em firmar esta rede como uma alternativa educacional para os jovens do Ensino Médio”, disse.
O Anuário também mostra que o Ceará é o primeiro estado do Nordeste com o maior número de jovens no Ensino Médio regular. Em 2015, 63,7% dos adolescentes com o perfil da categoria estavam matriculados – em 2001, o percentual era de 29,7%. O índice do Estado em 2015 supera, inclusive, a média do Brasil, que apresenta a taxa de 62,7%.
Segundo a publicação, o número de jovens de 19 anos que concluíram o Ensino Médio regular também posiciona o Ceará no topo do ranking do Nordeste. Em 2015, 57,5% dos alunos haviam terminado o ensino secundário. O índice coloca o Ceará à frente de estados demograficamente maiores, como a Bahia e Pernambuco, por exemplo. O índice, em 2001, era de 23,6%.

Guimarães dá recado aos trabalhadores brasileiros

Defensor da democracia e apoiador das conquistas do trabalhador brasileiro, o deputado José Guimarães (PT) participou nesta quarta-feira (24),em Brasília, da Marcha contra a Reforma da Previdência proposta pelo Governo Temer e pelas Eleições Diretas Já!
Confira o recado de Guimarães aos cearenses clicando no vídeo abaixo:
video





Aprovadas novas atribuições e mais segurança jurídica para agentes de saúde

Deputado Raimundo Gomes de Matos é autor do projeto

Agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias de todo o País devem receber novas atribuições profissionais e conquistar maior segurança jurídica. Projeto nesse sentido foi aprovado em comissão especial na tarde desta quarta-feira (24), na Câmara dos Deputados.
Com a aprovação em comissão, a proposta segue para o Senado, caso não haja recurso para apreciação pelo Plenário da Câmara. “Estaremos no Senado Federal, buscando celeridade para mais essa conquista”, afirma o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB), autor do projeto que deu origem ao substitutivo aprovado.
O parlamentar do PSDB lembrou que a comissão especial percorreu vários estados brasileiros, debatendo o projeto de lei com entidades locais representativas dos agentes. “Poucas comissões instaladas na Câmara dos Deputados promoveram tantos debates e tiveram tanta capilaridade”
A proposta prevê que os agentes poderão realizar suas funções sem acumular tarefas de outras categorias e estabelece uma série de critérios de formação e atuação dos profissionais.
A aprovação foi celebrada por centenas de agentes comunitários, que compareceram à Câmara para acompanhar a votação. Estima-se que existam, em todo o País, mais de 300 mil agentes comunitários de saúde e cerca de 100 mil agentes de combate a endemias.
A lei deverá ser batizada de Ruth Brilhante, ex-presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (Conacs), falecida no último dia 3 de Maio.
O relator da matéria, Valtenir Pereira (PMDB-MT), flexibilizou a exigência de Ensino Médio para exercício da atividade, contida no texto inicial. Confira outros pontos do projeto aprovado:
Curso técnico
Para o exercício da atividade de agente comunitário, o projeto de lei exige, além do Ensino Médio, curso de formação inicial de 40 horas e curso de aprimoramento de 200 horas a cada 24 meses de atuação.
Jornada de trabalho
Divide a jornada de trabalho de 40 horas do agente comunitário – já prevista na lei atual – em 30 horas semanais para as atividades externas de visita domiciliar e outras ações de campo e 10 horas semanais para atividades de planejamento e avaliação das ações, entre outras.
Área de atuação
O texto permite que o agente não more na comunidade onde trabalha no caso de aquisição de casa própria em localidade distinta.
 Contratação temporária
A matéria estabelece a que Defensoria Pública e o Ministério Público promoverão as medidas cabíveis para impedir a contratação temporária e assegurar a regularização do vínculo direto com o Poder Público.
(Assessoria do deputado)

Temer decreta uso de tropas federais para conter manifestações em Brasília


Em meio aos protestos contra o presidente Michel Temer (PMDB) que terminaram em confronto entre manifestantes e policias militares em Brasília, o ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS) declarou que Temer determinou, a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), uma ação de Garantia da Lei e da Ordem, que permite a convocação de tropas do Exército e da Força Nacional para atuação na segurança pública. Os protestos, que pediam a saída de Temer do cargo diante das revelações das delações premiadas de executivos da JBS, tiveram vandalismo e depredação de prédios de ministérios.
“Uma manifestação que estava prevista como pacífica degringolou na violência, no vandalismo, na agressão ao patrimônio público e na ameaça às pessoas, muitas delas servidores que se encontram aterrorizados, dos quais garantimos a evacuação dos prédios. O senhor presidente da República solicitou, a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, uma ação de garantia da lei e da ordem. Nesse instante, tropas federais se encontram nesse Palácio, no Palácio do Itamaraty e logo mais estão chegando tropas para assegurar que os prédios dos ministérios sejam mantidos. O presidente faz questão de ressaltar é inaceitável a baderna e o descontrole e que ele não permitirá que atos como esse venham a turbar os processos que se desenvolvem de forma democrática e com respeito às instituições”, afirmou Jungmann.
Durante os confrontos entre militantes e policiais, os prédios do Ministério da Agricultura e do Ministério da Cultura tiveram focos de incêndio e manifestantes também tentaram invadir o Ministério da Ciência e Tecnologia. Outros ministérios foram alvos de depredação. Todos os prédios da Esplanada dos Ministérios estão sendo evacuados por questão de segurança. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) deu início a um protocolo que prevê a liberação dos  servidores.
A Polícia Militar usou bombas de efeito moral contra os manifestantes que atiram e colocam fogo em objetos. Um grupo de pessoas com rostos cobertos provocaram os policiais, jogando garrafas de água e pedaços de madeira contra os agentes e tentam furar a barreira colocada na Avenida das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional, que impede o acesso à Praça dos Três Poderes. Parlamentares da oposição criticaram a atuação da polícia.
(Das agências)

Jericoacoara vai receber pela sexta vez, Festival de Cinema Digital, em junho



Documentário Botes Bastardos, de Pedro Cela, é um dos classificados

Pela sexta vez, realizadores audiovisuais de diversos estados brasileiros, responsáveis pelo novo cinema nacional, vão se encontrar em uma das praias mais belas de todo o mundo. De 7 a 13 de junho, o Festival de Jericoacoara Cinema Digital realizará a sua sexta edição, sempre fiel à proposta original, de oferecer um novo olhar sobre o cinema brasileiro, um panorama da nova produção do audiovisual nacional, democratizada tanto em conteúdo quanto em forma, por meio da tecnologia digital.
 O VI Festival de Jericoacoara Cinema Digital contará, na Mostra Competitiva de Curtas, com a exibição de 30 filmes, de realizadores de 13 estados, selecionados entre nada menos que 237 inscritos. Participam do festival filmes de até 20 minutos, sobre quaisquer temas, nos gêneros documentário, ficção, animação e experimental.
 Neste ano, chamou atenção da comissão de seleção o grande número de documentários inscritos, refletindo-se também na lista dos selecionados. "Um total de 15 filmes, metado dos selecionados, são documentários, o que demonstra a atenção que o gênero vem recebendo por realizadores de todo o País", destaca o diretor do festival, cineasta e escritor cearense Francis Vale, que celebra a nova edição do festival, apontando que mais uma vez o evento prestará homenagens a grandes nomes do audiovisual do Ceará e do Brasil, com destaque para a história do cinema e para a cena independente.
 “Chegando à sexta edição, o Festival de Jericoacoara Cinema Digital prossegue consolidando cada vez mais sua dimensão nacional, buscando reunir os novos realizadores do cinema brasileiro, que estão em todas as regiões, fazendo seus trabalhos, mesmo enfrentando, muitas vezes, dificuldades para divulgação, repercussão, visibilidade”, afirma Francis Vale.
Confira os filmes selecionados:
A Chegada de Aninha, de Rosa Berardo (Animação, GO)
A Dança de Julia, de Igor Lopes (Experimental, PE)
A Fuga, de Douglas Alves Ferreira (Animação, SP)
Abissal, de Arthur Leite (Documentário, CE)
Atenciosamente, Saudade, de Edson Pereira (Experimental, CE)
Botes Bastardos, de Pedro Cela (Documentário, CE)
Candeias, de Felipe Wenceslau e Augusto Pessoa (Documentário, BA)
Canta um Ponto, de Luciano Dayrell e João Paulo Silveira (Documentário, RJ)
Dilema de Carpideira, de Philipe Ribeiro (Ficção, CE)
Ilha das Crianças, de Zeca Ferreira (Ficção, RJ)
Leblon Marista, de Fabrício Cordeiro e Luciano Evangelista (Documentário, GO)
Louça de Deus, de Eudaldo Monção (Documentário, BA)
Luiza, de Caio Baú (Documentário, PR)
Matiz, de Jackson Abacatu (Animação, SP)
Memórias do Cine Argus, de Edivaldo Moura (Documentário, PA)
Meu Rio Vermelho, de Rafael Irineu (Documentário, MT)
Negro Lá, Negro Cá, de Eduardo Cunha (Documentário, CE)
No que me toca, de Cecília Engels (Ficção, SP)
O Menino do Dente de Ouro, de Rodrigo Sena (Ficção, RN)
Os Olhos de Arthur, de Allan Deberton (Ficção, CE)
Psiu!, de Antônio Carrilho (Documentário, PE)
Retratos da Alma, de Leo Belo (Documentário, DF)
Rosinha, de Gui Campos (Ficção, DF)
Salu e o Cavalo Marinho, de Cecilia da Fonte (Animação, PE)
Segundos, de Camila Cruz (Ficção, SP)
Sêo Inácio (Ou o Imaginário do Cinema), de Helio Ronyvon (Documentário, RN)
Sertãozinho, de Rosana Nunes (Documentário, CE)
Shala, de João Inácio  (Ficção, PA)
Símile, de Julio César Mahr (Experimental, GO)
Tatuagem Deni, de Armedi Mustafa  (Documentário, AM)

Ministério é incendiado e prédio são evacuados, em Brasília


O prédio do Ministério da Agricultura foi incendiado por manifestantes que protestam em Brasília pela saída do presidente Michel Temer (PMDB), em razão as acusações contra ele que vieram a público após a delação do empresário Joesley Batista e outros executivos do grupo JBS.
Manifestantes também tentaram invadir o Ministério da Ciência e Tecnologia. Outros ministérios foram alvos de depredação. Todos os prédios da Esplanada dos Ministérios estão sendo evacuados por questão de segurança. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) deu início a um protocolo que prevê a liberação dos  servidores.
A Polícia Militar está usando bombas de efeito moral contra os manifestantes que atiram e colocam fogo em objetos. Um grupo de pessoas com rostos cobertos provocam os policiais, jogando garrafas de água e pedaços de madeira contra os agentes e tentam furar a barreira colocada na Avenida das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional, que impede o acesso à Praça dos Três Poderes. Parlamentares da oposição criticam a atuação da polícia.

Gestão Arnon Bezerra trava pagamento do precatório do Fundeb, dizem professores


A gestão Arnon Bezerra está travando a liberação do pagamento do precatório do Fundeb. Essa é a conclusão que chegou os professores que nesta quarta-feira (24) participaram da manifestação ocorrida em frente à praça da prefeitura.
Após o ato, um grupo de professores foi recebido pelo procurador-geral Bernardo Oliveira e representantes da comissão designada pelo prefeito para tratar do precatório, mas a reunião, mais uma vez fracassou e não houve nenhuma definição quanto ao pagamento.
Semana passada, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) retirou a recomendação, na qual, orientava as prefeituras a ter prudência e observar a lei no repasse do dinheiro. "Com a retirada da recomendação, bastaria o prefeito enviar para câmara um projeto de lei autorizando o pagamento. Assim se eximiria de qualquer processo judicial, já que a principal alegativa do não pagamento seria o fato dele (prefeito) ser acusado de prática de improbidade administrativa", disse o professor Aurélio Matias, diretor da Apeoc, no Cariri.
Por sua vez, o procurado-geral defendeu a tese de que é necessário primeiro entendimento entre os professores, pois pela proposta apresentada, seriam contemplados apenas os profissionais do magistério até 2006. "Dessa forma, apenas 1.200 dos 3.000 professores seriam contemplados. 1.800 ficariam de fora. É preciso se chegar a um acordo definitivo, o que poderá ocorrer ainda na próxima semana", defendeu Bernardo Oliveira.
O procurador também alegou outros pontos, tais como: se terão direito ao precatório os professores temporários e servidores, pois tal decisão precisaria constar em ata. O sindicato defende que todos tenham direito ao pagamento, pois dessa forma não fragilizaria a entidade, que está sob ameaça de desfiliação de 800 servidores da educação, caso a categoria não seja incluída no precatório.
Desde o início do ano, os professores aguardam pela liberação do pagamento.

Preso no Ceará, braço-direito da quadrilha de Fernandinho Beira-Mar

A Polícia Federal cumpre, desde as 6h desta quarta-feira (24), mandados de prisão no Ceará e em mais quatro estados e no Distrito Federal contra a quadrilha do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Até o final da manhã haviam sido presos cinco filhos do criminoso, uma irmã dele, e um braço-direito do traficante. Este último, preso no Ceará.
No total, 10 parentes tiveram a prisão pedida. Alessandra da Costa, irmã e advogada do traficante e apontada como sua conselheira, foi presa onde mora, em um condomínio de luxo no bairro Vinte e Cinco de Agosto, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Contra ela havia um mandado de prisão por organização criminosa e lavagem de dinheiro.
Os cinco filhos de Beira-Mar presos são: Taiuã Vinícius da Costa, Thuany Moraes da Costa, Luan Medeiros da Costa, Felipe Alexandre da Costa e Marcelo da Costa.
A mulher do traficante, Jacqueline Alcântara de Moraes, já estava presa no Mato Grosso do Sul e vai ser levada para Porto Velho ainda nesta quarta.
Felipe da Costa Lira, braço-direito de Beira-Mar, foi detido no Ceará, segundo a PF. Até a última atualização da reportagem, não havia um balanço oficial do número de presos.
Transferência
Beira-Mar era ouvido, por volta das 11h, pela Polícia Federal dentro do presídio em Rondônia. À tarde, ele será levado para Brasília, onde ficará na sede da PF até ser definida a transferência para outro presídio federal, ainda não definida. Os presos na operação também prestam depoimento.A Polícia Federal cumpre, desde as 6h desta quarta-feira (24), mandados de prisão no Ceará e em mais quatro estados e no Distrito Federal contra a quadrilha do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Até o final da manhã haviam sido presos cinco filhos do criminoso, uma irmã dele, e um braço-direito do traficante. Este último, preso no Ceará.
No total, 10 parentes tiveram a prisão pedida. Alessandra da Costa, irmã e advogada do traficante e apontada como sua conselheira, foi presa onde mora, em um condomínio de luxo no bairro Vinte e Cinco de Agosto, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Contra ela havia um mandado de prisão por organização criminosa e lavagem de dinheiro.
Os cinco filhos de Beira-Mar presos são: Taiuã Vinícius da Costa, Thuany Moraes da Costa, Luan Medeiros da Costa, Felipe Alexandre da Costa e Marcelo da Costa.
A mulher do traficante, Jacqueline Alcântara de Moraes, já estava presa no Mato Grosso do Sul e vai ser levada para Porto Velho ainda nesta quarta.
Felipe da Costa Lira, braço-direito de Beira-Mar, foi detido no Ceará, segundo a PF. Até a última atualização da reportagem, não havia um balanço oficial do número de presos.
Transferência
Beira-Mar era ouvido, por volta das 11h, pela Polícia Federal dentro do presídio em Rondônia. À tarde, ele será levado para Brasília, onde ficará na sede da PF até ser definida a transferência para outro presídio federal, ainda não definida. Os presos na operação também prestam depoimento.
(Com informações do G1/RJ)

Aliados discutem alternativas para o pós-Temer

Enquanto o presidente Michel Temer (PMDB) se esforça para mostrar aos parlamentares ter condições políticas para permanecer à frente da Presidência da República, os próprios partidos da base de sustentação do governo se preparam para um possível cenário sem o presidente, seja por renúncia ou cassação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, a avaliação é que, se os grupos que dão apoio ao atual governo não apresentarem uma alternativa, crescerá o movimento pelas “diretas já”, com uma possível candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
Na terça-feira, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), retirou da pauta de votação a proposta de emenda à Constituição (PEC) 227. Apresentada pelo parlamentar Miro Teixeira (Rede-RJ), a proposta reduz o prazo em que é possível fazer a sucessão por eleições indiretas.
Com isso, os partidos passam a discutir inclusive nomes que possam assumir o cargo. Maior partido da base aliada, o PSDB ventila dois nomes: segundo o Estado, o consenso seria o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB); de acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o presidente interino da legenda, senador Tasso Jereissati (CE).
(Das agências)

Renan Calheiros passa a defender saída de Temer

Senador Renan Calheiros (Foto: Estadão)

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), passou a defender abertamente a substituição de Michel Temer na Presidência da República. A favor de eleições indiretas, realizadas pelo Congresso, o senador defendeu os nomes dos ex-ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Nelson Jobim e Joaquim Barbosa para presidente.
"Nelson Jobim e Joaquim Barbosa são grandes nomes. É claro que a atual presidente do STF, os presidentes da Câmara e do Senado e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seriam candidatos naturais. Mas Jobim e Barbosa são ótimos nomes", defendeu.
O senador sugeriu ainda que, pela representatividade de seu Estado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, concorresse às eleições. "Dessa forma, um governador do Nordeste também deveria participar. Nesse caso, eles decidiriam entre eles o melhor nome", sugeriu.
Questionado se o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso seria um bom nome, Renan negou. "Não acho que FHC seja bom, porque ele estreita a concepção da aliança e, quando no governo, cometeu muitos equívocos e saiu desgastado", disse.
(Estadão)

Temer perde mais um aliado: ex-deputado e atual assessor Sandro Mabel deixa o governo

O ex-deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) pediu demissão na noite desta terça-feira (23) ao presidente Michel Temer. Ele era um dos assessores que despachavam do terceiro andar do Palácio do Planalto – mesmo pavimento do gabinete presidencial – e ajudavam o governo na interlocução com o Congresso Nacional e com empresários.
Palacianos afirmam que Mabel era um dos interlocutores do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) junto ao governo, principalmente, durante o processo de cassação do ex-presidente da Câmara. O agora ex-assessor de Temer nega.
"Nunca tive essa missão. Até porque o Eduardo Cunha tinha acesso a todos do palácio, muito mais do que eu. Portanto, a informação não é verdadeira", escreveu Mabel ao Blog.
Com a saída do assessor especial, já são quatro assessores de Temer que deixam o Planalto. Além de Mabel, já saíram José Yunes, Rodrigo Rocha Loures e Tadeu Fillipelli.

Eunício afirma que Congresso seguirá trabalhando normalmente

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, afirmou nesta terça-feira (23) que o Congresso Nacional continuará trabalhando normalmente, apesar da grave crise que envolve o presidente da República, Michel Temer.
Ele ponderou que a pauta de votações não pertence ao governo e que as propostas em análise no Parlamento são de interesse do país. Eunício Oliveira afirmou ainda que o Senado não vai recorrer contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG).
“Recebi um comunicado do STF e obviamente vamos dar sequência ao cumprimento da decisão do Supremo. Agora cabe ao advogado do senador Aécio neves fazer sua defesa”. destacou.

CCJ retira da pauta de votação a PEC das Eleições Diretas


O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), retirou da pauta desta quarta-feira (24) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 227, que estabelece eleições diretas para o caso de vacância dos cargos de presidente da República e vice. A medida irritou deputados da oposição.
O projeto de autoria do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) foi apreciado pela comissão nesta terça, mas acabou não tendo seu relatório colocado em votação. Isso porque a base aliada obstruiu um requerimento que buscava a inversão da pauta da CCJ. A iniciativa da oposição tinha o objetivo de colocar a PEC 227 como primeiro item para análise.
A PEC determina que se os cargos de presidente e vice ficarem vagos, deve ocorrer eleição direta a qualquer tempo do mandato, exceto nos seis últimos meses, quando a escolha ficará a cargo do Congresso. Hoje, a Constituição determina que a eleição seja indireta caso o país fique sem presidente menos de dois anos antes do término do mandato.
“Essa notícia revela uma fragilidade enorme daqueles que defendem a eleição indireta. A PEC sustenta a necessidade de eleição direta e eu pergunto por que não querem enfrentar a discussão?”, disse Miro.
O presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), justificou a retirada de pauta com o argumento de que se trata de uma matéria polêmica que precisa ser votada em uma reunião convocada especificamente com este intuito. “O que eu não posso permitir é que a Comissão de Constituição e Justiça pare na discussão de outras tantas matérias em razão dessa PEC”, disse Pacheco. A pauta da CCJ divulgada para esta quarta prevê a votação de requerimentos, projetos de lei e de outras PECs.
Tramitação
Se a proposta passar pela CCJ, será criada uma comissão especial para analisar o mérito da PEC. A comissão terá o mínimo de dez e o máximo de 40 sessões plenárias para apresentar e votar o parecer. Posteriormente, o texto precisa ser votado em dois turnos nos plenários da Câmara e do Senado.
(Estadão e Agência Brasil)

Vereadores e representantes da sociedade debatem realização da Expocrato

Advogado Kleber Filho falou aos presentes. (Foto: Flávio Pinto)

Empresários, comerciantes, ambulantes, a sociedade civil e os organizadores da Expocrato participaram ontem (terça-feira, 23), na Câmara Municipal do Crato, de Audiência Pública para discutir temas relacionados à exposição. Entre outros assuntos foram debatidos a prática de preços dos produtos e alimentos, as opções de bebidas e a reforma do Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante.
O presidente do Poder Legislativo cratense, vereador Florisval Coriolano (PRTB), avaliou o encontro como positivo. Ele ressalta que desde o dia em que a câmara propôs a audiência o monopólio de bebidas – quando é vendida apenas uma marca de cerveja -, foi derrubado.
“Tentamos mudar, agora, os preços de barracas e de entrada”, diz Florisval. “Em torno de 90% do que hoje foi reivindicado será aplicado na Exposição de 2018”, acrescenta.
Representante do Núcleo Gestor da ExpoCrato, Dr. Leitão afirmou que o debate feito pela câmara é importante para fortalecer a Expocrato. Ele reconheceu que existem dificuldades, carências e que é a partir de discussões como a de hoje que o evento pode avançar.
As demandas que recebeu, segundo Dr. Leitão, foram voltadas para a reforma no Parque de Exposições, em sua maioria. “Elas serão encaminhadas para o pessoal do governo (do estado) para que eles possam avaliar e, consequentemente, emitir um posicionamento”.
Sobre o monopólio de bebidas, o representante do Núcleo Gestor admitiu tratar-se de uma prática feita “em todas as exposições do Brasil e não há como ser diferente, porque se não você não encontra patrocinador. Esse ano procuramos, por uma solicitação da própria Câmara Municipal, para que se tivesse uma diversidade de bebidas”.
De acordo com o gestor, houve uma recusa de criadores em participar da Expocrato caso o evento fosse realizado na terceira semana de julho. “É importante que tenhamos os criadores e os seus animais participando do evento. O mais importante de tudo isso é o evento para que possa ser benéfico e gerar renda”.
Os vereadores cratenses também apresentaram solicitações, voltadas à diminuição dos preços de ingressos dos shows e de produtos e serviços vendidos.
Somados aos vereadores, participaram do encontro representantes de classes e entidades, assim como o advogado Kleber Filho, representantes da Urca, da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel), CDL, e do Secretário de Agricultura e Pecuária do Crato, Zilcélio Alves.
 (Com informações da Assessoria de Imprensa)