BNB

quinta-feira, 30 de março de 2017

Negociação avança e define que professores efetivos e temporários de 2001 a 2006 terão direito a receber precatório do Fundeb

Foto: Flávio Pinto (Arquivo)

O pagamento do precatório do Fundeb, o qual os professores do magistério de Juazeiro do Norte e a prefeitura têm direito a dividir pouco mais de R$ 120 milhões teve significativo avanço após reunião ontem (quarta-feira-29), entre o sindicato da categoria com o prefeito Arnon Bezerra, vereadores e representantes da prefeitura. Na reunião, foi firmado o primeiro acordo: profissionais do magistério que atuaram entre 2001 e 2006, inclusive os professores temporários e aposentados terão direito a receber valores correspondente ao período trabalhado.
O impasse, no entanto, continua referente ao período de 2007-2016. O sindicato vai voltar a dialogar com seus filiados para tomar uma posição, já que alguns argumentam de que somente possam ter direito ao bolo (dinheiro) os professores efetivos.Uma nova reunião, já trazendo para a a mesa de negociação a posição do sindicado foi agendada para a próxima quarta-feira, dia 5 de abril.
Além do prefeito e representantes do sindicato, estiveram presentes à reunião na Seduc, a secretária Maria Loretto de Lima, o chefe de gabinete Nildo Rodrigues, o procurador-geral do município Bernardo Oliveira e os vereadores Capitão Vieira, Zé Barreto, Rita Monteiro, Auricélia, Damian de Firmino, Adauto Araújo e Márcio Joias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário