BNB

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Ao governador Camilo Santana, Fraport garante experiência e estrutura para operar HUB



O governador Camilo Santana recebeu nesta segunda-feira (24), no Palácio da Abolição, comitiva da empresa alemã Fraport para o primeiro encontro no estado após o leilão do Aeroporto Internacional Pinto Martins. Durante a reunião de articulação, junto representantes do Governo do Ceará e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, dirigentes da multinacional reforçaram o compromisso de elevar estrutura e serviços do equipamento, além de utilizar a experiência e representatividade no mercado para ampliar as chances de implantação de um HUB (centro de conexão) na Capital.
"Nós sabemos como operar um HUB, e as companhias aéreas estão cientes de que a Fraport sabe operar um centro de conexões. Nós entendemos o que é necessário para desenvolver o serviço e vamos oferecer toda a estrutura para isso", garantiu Klaus Jeschcke, diretor da concessionária, que iniciará os trabalhos como operadora do Pinto Martins a partir do dia 28 de julho deste ano, após arrematar o aeroporto por R$ 1,5 bilhão no leilão realizado em março, em São Paulo. A Fraport deve investir entre R$ 1,7 bilhão e R$ 2 bilhões na modernização e na ampliação do aeroporto.
A comitiva alemã, recebida por Camilo Santana na sede do Executivo estadual, também foi integrada pelos outros diretores de projeto da Fraport, Leonardo Carnielle e Cecil White, além de Andreas Montag, gerente de projetos sênior da empresa.
Para o governador, esse primeiro momento da Fraport é essencial para que se desenvolva da melhor forma o processo de transição entre Empresa Brasileira de Infraestrutura (Ifraero) - atual administradora do aeroporto de Fortaleza - e a Fraport. Ele enfatizou ainda a expectativa de uma nova etapa para a aviação e de desenvolvimento econômico no Estado do Ceará.
"Nós colocamos aqui toda a nossa ansiedade sobre o benefício que a parceria com a Fraport trará para o Ceará. É uma empresa que tem uma expertise e um know-how no mundo inteiro neste setor (aeroportuário). Temos a expectativa de Fortaleza se tornar um centro de conexões aéreas. A nossa luta, que começou em 2015, quando foi anunciado o interesse da Latam de construir um HUB de conexões aéreas aqui no Nordeste brasileiro. A concessão do aeroporto foi fruto dessa luta do Estado e da Prefeitura de concretizar a concessão. Ficamos muito felizes porque a Fraport é hoje concessionária do aeroporto de Fortaleza", afirmou Camilo Santana.
(Governo do Ceará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário