BNB

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Estado do Ceará negocia volta de refinaria com Petrobras

Após desistir da Premium II no Ceará, a Petrobras negocia com o Governo do Estado para ser sócia de nova refinaria em parceria com investidores chineses da Guandong Zhenrong Energy e os iranianos da National Iranian Oil Company. Camilo Santana, governador do Estado, e o presidente da estatal, Pedro Parente, estiveram reunidos na última terça-feira, 18. “Coloquei que, se a Petrobras quisesse entrar como sócia do projeto, com o valor que ela investiu, não teria nenhum problema”, afirma Camilo.
A possibilidade de participação da Petrobras em nova refinaria foi confirmada por Camilo, ontem, durante cerimônia de assinatura do convênio entre o Estado e o Banco do Brasil (BB). A instituição disponibilizará crédito de R$ 6,6 bilhões para empresas cearenses que buscam incentivos na Secretaria do Desenvolvimento Econômico.
Para acelerar o tempo de instalação da refinaria no Complexo Portuário e Industrial do Porto do Pecém (Cipp), Camilo pediu para a Petrobras todo acervo técnico de estudos da estatal sobre a Premium II. “Encurtaria um grande caminho. É um projeto que está totalmente licenciado ambientalmente. Isso ajudaria muito”.
A Petrobras poderia também estreitar laços com investidores europeus para vender o terminal de gás natural liquefeito (GNL) que a estatal tem no Pecém, em região de mar (offshore), além da operação de tancagem no Ceará. “São empresas da Europa que, através de Roterdã, têm interesse em fazer investimentos. A Petrobras vai marcar uma reunião com os interessados para abrir um canal de negociação”, aponta o governador.
* Saiba mais no O Povo Online