BNB

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Greve Geral - Prefeituras e câmaras ainda não decretaram ponto facultativo para esta sexta, dia 28

Florisval é contra o ponto facultativo, mas vai seguir a decisão do executivo

A Greve Geral convocada pelas centrais sindicais e movimentos populares para esta sexta-feira, dia 28, promete ser uma das maiores manifestações já realizadas contra as medidas do Governo Temer, no Cariri.
Até o momento nenhum prefeito do Crajubar (Crato, Juazeiro e Barbaha) decretou ponto facultativo nas repartições públicas municipais. Nas câmaras, apenas a de Juazeiro do Norte, onde o presidente da casa, vereador Gledson Bezerra mostrou-se sensível ao pedido dos servidores que desejam participar da manifestação, acenou com a possibilidade de decretar ponto facultativo.
No Crato, o presidente Florisval Coriolano disse que vai seguir a decisão do executivo. "Há um artigo no Regimento Interno da casa que obriga a câmara seguir a decisão do Executivo", afirmou. Mas até a noite de ontem (26), o prefeito Zé Aílton Brasil não se manifestou sobre a decisão de decretar ponto facultativo.
Gledson Bezerra preside a câmara de Juazeiro. (Fotos: Flávio Pinto)

MANIFESTAÇÃO
As categorias de trabalhadores que aderiram ao movimento grevista programaram concentrações e marchas em todo o país para protestar contra a proposta de reforma da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização irrestrita como quer o governo.
No Cariri, bancários, professores da rede municipal, estadual e federal, servidores públicos de diversos órgãos do Estado e do Governo Federal vão parar no dia 28.  A concentração na Praça do Giradouro, em Juazeiro do Norte, a partir das 8 horas.
Uma caminhada saindo da Praça Padre Cícero, às 16 horas, em direção aos Franciscanos, também em Juazeiro do Norte, foi convocada por paróquias da Igreja Católica para denunciar as reformas e em defesa da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário