BNB

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Juazeiro do Norte vai receber projeto que oferece de forma gratuita orientação médica contra doenças gastrointestinais e parasitológicas

Entre os dias 30 de maio e 1 de junho, o projeto itinerante da saúde que atendeu mais de 10 mil pacientes em 11 cidades brasileiras no ano passado, estará no Centro de Juazeiro do Norte, realizando orientação médica gratuita de gastroenterologistas e pediatras à população.
O projeto "Movimento Brasil sem Parasitose" é uma iniciativa da Federação Brasileira de  Gastroenterologia com o apoio da Farmoquímica e percorrerá 2017 outras novas 14 cidades do País, com o objetivo de reduzir a ocorrência das doenças parasitológicas, evitando consequências severas e o óbito, bem como avaliar as doenças do sistema digestório (boca, estômago, esôfago e intestinos), tais como refluxo esofágico, gastrite, úlceras, prisão de ventre, diarreias, infecções intestinais, entre outras.
Embora mais prevalentes nas regiões carentes de saneamento básico, existe a necessidade de conscientizar a população das regiões metropolitanas, que as parasitoses atingem todas as camadas socioeconômicas da população, nas diversas faixas etárias.
A primeira cidade a receber a unidade médica de saúde esse ano foi Campinas, passando por São Paulo, Santos, Porto Alegre, Campo Grande, Cuiabá, Goiânia, Belém, Teresina, chegando na próxima semana em Juazeiro do Norte. Em seguida, o projeto seguirá para, Campina Grande, Caruaru, Vitória e Rio de Janeiro.
Serviço – Juazeiro do Norte
Unidade médica móvel Movimento Brasil sem Parasitose: Consultórios médicos adaptados em uma carreta.
Orientação médica gratuita à população: Médicos Gastroenterologistas e pediatras
Local: Praça José Geraldo da Cruz
Endereço: Av. Carlos Cruz – Franciscanos – Juazeiro do Norte
Horário de atendimento: das 8h às 17h
As vagas de orientação médica diária são limitadas e mediante retirada de senha no local
As senhas de atendimento diário são limitadas a 150
As senhas são distribuídas por ordem de chegada a partir das 8h a.m e são válidas somente para o dia em que forem retiradas
Informações do projeto: www.brasilsemparasitose.com.br