BNB

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Temer faz reunião de emergência após delações da JBS


Depois das informações do dono da JBS, Joesley Batista, que em delação premiada disse que o presidente Michel Temer deu aval para que fosse comprado o silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha, preso desde 2016 em Curitiba, o peemedebista coordena uma reunião de emergência no Palácio do Planalto. As revelações publicadas pelo jornal O GLOBO fizeram Temer se reunir com ministros de sua confiança, como Moreira Franco, Eliseu Padilha e Antonio Imbassahy. Também estão presenteso porta-voz Alexandre Parola, o secretário de Imprensa Márcio Freitas e integrantes da equipe de Comunicação do governo.
A expectativa é que haja ainda hoje um pronunciamento do governo sobre o caso.
Em frente ao Palácio do Planalto, carros começam a organizar uma espécie de buzinaço, com pessoas gritando “fora, Temer”. Por ora, não há aglomeração diante do local de trabalho do presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário