BNB

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Vereadores endurecem discurso contra prefeito Arnon Bezerra e cobram esclarecimentos sobre licitações na Saúde e Juaforró

Capítão Vieira quer a prestação de contas dos 150 dias

A já abalada situação do prefeito Arnon Bezerra na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, em menos de seis meses de gestão, ganhou mais uma polêmica na casa. Vereadores que apoiaram Arnon na campanha eleitoral e aqueles que estavam ao seu lado na votação para a escolha da mesa diretora da câmara, decidiram fazer oposição declarada.
Nesta terça-feira (13), durante a sessão ordinária, pediram esclarecimentos sobre os serviços médicos a ser prestados pelo Hospital São Raimundo, localizado na cidade do Crato e que pertence a Fundação Leandro Bezerra de Menezes, instituição pertencente à família do prefeito. A informação foi postada em primeira-mão pelo blog nesta terça. Os vereadores ainda lançaram dúvidas sobre a contratação da empresa vencedora do pregão eletrônico (licitação) para realizar o Juaforró 2017.
A sugestão do vereador Capitão Vieira (PEN) é que o assunto já seja abordado e esclarecido durante a audiência de prestação de contas dos 150 dias da gestão municipal que será realizada na tarde desta quarta-feira (14), na Câmara. Vieira pediu ainda que fosse providenciado o contrato social da empresa e seus aditivos dos últimos cinco anos.
Já o vereador Tarso Magno pediu que o líder Adauto fizesse chegar às mãos dos vereadores toda a documentação referente ao pregão que licitou tal contratação de quase R$ 8 milhões. Tarso também pediu o detalhamento dos serviços a serem prestados pela Fundação, bem como a prestação de contas de todos os serviços que foram realizados também nos últimos quatro anos da gestão passada, do prefeito Raimundo Macedo, pois o montante não chegou a R$ 2,4 milhões.
Segundo o vereador é preciso saber quais serviços serão contratados, uma vez que há vários equipamentos de saúde ociosos, como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Serviço de Atendimento Médico Especializado (SAME). Ele considera que o dinheiro poderia ser investido nos equipamentos do município.
O vereador Adauto Araújo (PSC), já na condição de líder do prefeito Arnon Bezerra (PTB) pediu que fosse realizada uma audiência para esclarecer a contratação feita pelo município para prestação de serviços de saúde.
(Com informações da Assessoria de Imprensa)